terça-feira, 3 de junho de 2008

Resultado do Plebiscito sobre o REUNI na UFRJ

E a Reitoria pretende discutir(???) e aprovar(???) as diretrizes para o Plano Diretor da UFRJ no próximo dia 12 de junho! Parabéns a todos que participaram da construção do Plebiscito Nacional sobre o REUNI! 4902 votantes na UFRJ! Em breve o resultado nacional...
1) Você concorda com o REUNI, um Decreto do Governo Lula, que, entre outros ataques, acaba com a autonomia das universidades federais e as obriga a dobrar o número de alunos por professor, acabando com o ensino e a pesquisa de qualidade?
SIM: 181 (3,96%)
NÃO: 4676 (95,38%)
Brancos: 19 (0,38%)
Nulos: 29 (0,59%)

2) Você concorda com a estrutura antidemocrática dos órgãos de decisão das universidades e escolas que permite que o REUNI e outros projetos sejam aprovados sem um debate mais amplo na comunidade acadêmica?
SIM: 126 (2,57%)
NÃO: 4719 (96,26%)
Brancos: 16 (0,32%)
Nulos: 42 (0,85%)

3) Você é a favor do projeto de Fundações Estatais de direito privado que transfere para a iniciativa privada a função de administrar hospitais e instituições públicas precarizando o trabalho, reduzindo a democracia interna nas decisões, abrindo espaço para a cobrança pelo atendimento nessas instituições?
SIM: 244 (4,97%)
NÃO: 4564 (93,11%)
Brancos: 17 (0,34%)
Nulos: 74 (1,51%)

E NA UFRJ, MAIS DUAS:
4) A Reitoria da UFRJ quer aprovar no Conselho Universitário o Plano Diretor, que prevê a transferência de todos os cursos da Praia Vermelha e do Centro para o Fundão. Essa medida está a serviço da implementação do REUNI com a introdução dos Bacharelados Interdisciplinares. Para definir uma mudança assim tão grande, foi proposto à Reitoria a realização de um Plebiscito Oficial para consultar toda a comunidade acadêmica e decidir democraticamente. Você acha que a Reitoria está certa de ignorar essa exigência democrática dos estudantes e aprovar uma questão tão polêmica num espaço como o Conselho Universitário?
Sim: 144 (2,93%)
Não: 4695 (95,77%)
Brancos: 7 (0,14%)
Nulos: 55 (1,12%)

5) Por exigência dos estudantes, é possível que a Reitoria realize na UFRJ um Congresso Interno, no qual todas as decisões seriam submetidas ao Conselho Universitário. Para debater profundamente os rumos da nossa universidade e lutar por um projeto de educação realmente público, gratuito e de qualidade, foi proposto à Reitoria que seja realizado um Congresso Interno paritário (mesmo peso para estudantes, professores e técnico-administrativos) e deliberativo, para realmente decidir, democraticamente, a serviço do que a universidade deve estar. Você concorda com a posição da Reitoria de que este Congresso Interno não possa ser deliberativo?
Sim: 257 (5,24%)
Não: 4571 (93,24%)
Brancos: 12 (0,24%)
Nulos: 63 (1,28%)

5 comentários:

Carol Real disse...

ok, parcialidade não existe, mas os textos das questões desse plebiscito é pra sofista anti-governista nenhum botar defeito... acho que falta seriedade nessa discussão, dos dois lados...

Yuri Soares disse...

Agora eu questiono:

Essas perguntas pasaram por deliberação dos estudantes da universidade???

Foram aprovadas em alguma assembléia? CEB?

Os estudantes tiveram espaço para construí-las?

Yuri Soares disse...

respondendo a mim mesmo:

É claro que não, quem decidiu as perguntas foi a direção nacional do PSTU, cabendo apenas à base do partido e "às massas" votar da maneira como os "chefinhos" mandam.

Petrus disse...

Louvável a intenção de se fazer um plebiscito sobre o REUNI.

Mas um mínimo de entendimento em estatística (ou surveys simples) poderia, se fosse a intenção, fazer um retrato, ainda que vago, da percepção real dos estudantes sobre o Reuni.

Perguntar se não concordamos com estruturas antidemocráticas e ataques do governo é perguntar o óbvio.

Pode-se dizer sim, que noventa e tantos por cento são contra apoio de Fundações Privadas, instâncias decisórias anti-democráticas, precarização do ensino superior, desautonomia da universidade, entre outras coisas. Mas isso já não está dado? Formular questões com respostas na mesma não é deixar de aprofundar o assunto? Saber efetivamente a percepção dos alunos sobre o REUNI?

Parcialidade agora virou mito!

Parafraseando a Carol:
falta seriedade nessa discussão... dos dois lados!

Gabriel Marques disse...

A realização do Plebiscito serviu como MAIS um instrumento para DIALOGAR sobre os rumos das Instituições Federais de Ensino Superior. Esse objetivo com certeza foi atingido, pois em diversos locais do país foi retomado o debate acerca do REUNI, da estrutura antidemocrática das Universidades e das Fundações estatais. Agora, esse resultado serve para demonstrar que é preciso seriedade e responsabilidade por parte das Reitorias para que o conjunto da comunidade acadêmica e a sociedade como um todo possam participar do processo decisório. Isso, teremos de fazer com muitas lutas, que hoje passam por fora e contra a UNE falida e governista.
O Yuri tenta desqualificar todo o processo de construção do Plebiscito, que se deu a nível nacional com a participação de diversos DCEs, CAs e Grêmios de nosso país. Na UFRJ, tivemos as reuniões do DCE e reuniões dos CAs que APROVARAM participar do Plebiscito e também responder as perguntas propostas.
O Movimento Quem Vem Com Tudo Não Cansa DISCORDA de que não tenhamos tido uma pergunta que falasse sobre a REVOGAÇÃO DO DECRETO! Mas construímos o Plebiscito e seguiremos construindo as lutas necessárias para defender os interesses da juventude.
O Plebiscito não é OFICIAL; portanto, não há problemas na elaboração das perguntas, como alguns tentam alegar. Gostaria de ver o Governo ou as Reitorias fazendo um Plebiscito seriamente então e que colocassem as perguntas tendenciosamente para seus interesses. Mas eles não fazem isso, pois o Movimento Estudantil combativo e de luta conseguiu trazer para si a responsabilidade de debater a Universidade e apresentar uma outra proposta, protagonizando importantes momentos! Pois a percepção dos alunos está contrária ao Decreto, seu conteúdo e sua forma, suas medidas e chantagens etc!
E Vamos à Luta Sem Cansar!